quarta-feira, 14 de fevereiro de 2018

Engradado de Cerveja Artesanal

Fugindo um pouco das canetas; resolvi aproveitar os dias de Carnaval, que fiquei em casa descansando, para terminar um projeto que havia começado há algum tempo, mas que estava inacabado.

Este projeto inicialmente era para meu filho levar, para um professor da universidade em que ele estuda, que numa atividade livre, fabrica cerveja, e no final cada aluno leva uma garrafa da cerveja que "fabricou".

Como sempre o que originou o projeto foram as "Sobras de Madeiras": 2 caixotes de frutas e um pedaço de tábua de pinus usado em construção civil, e pedaço de cabideiro de guarda roupas.

Vamos as fotos:





O engradado foi feito para abrigar as garrafas de 500ml, mas também cabe as normais de 600ml, as one way ou long neck.

 

domingo, 4 de fevereiro de 2018

"Retrofit" de uma Caneta!

Caneta é uma "peça" que eu gosto muito de fazer, mas ao mesmo tempo, não costumo ficar muito tempo com as que faço, pois sempre aparece um amigo que gosta, e acaba ganhando de presente.  Desta forma estou sempre fazendo mais uma.

Esta que apresento aqui, já tem algum tempo que fiz, pois resolvi que esta será minha.  Na realidade, ela foi "estilizada", pois eu queria dar um "ar" mais pessoal, então peguei uma caneta, desmontei e refiz uma nova "carenagem" e acabei fazendo um "Retrofit" (não exatamente no sentido de modernizar) mas de torna-la pessoal e única.

Como sempre a minha matéria prima são as "Sobras de Madeiras" , que para mim são muito valiosas, e dependendo da forma como você serra, cola, lixa e dá acabamento; no final fica algo agradável de dizer "foi eu que fiz".

Vamos as fotos: Inicialmente o resultado do trabalho de "Retrofit".







Agora as fotos de como era originalmente a caneta, e desmontada.







E finalmente, a matéria prima, as fases de colagens para o resultado mostrado acima.





Abraço a todos, e até a próxima.




 


quarta-feira, 31 de janeiro de 2018

Caneta "BIC WOOD" com Resina Epoxi.

Esta é mais uma caneta que fiz com "Sobras de Madeiras", com a intenção de dar um singelo presente para minha sobrinha, em uma viagem que faria.  Acabei esquecendo de levar o presente.

Esta foi feita no final de Dezembro, e só agora estou colocando aqui; espero que gostem.










Gostei bastante do efeito da mistura da resina Epoxi  com os 3 tipos de madeiras diferentes: No topo ( a mais clara, é um pedaço de um pincel antigo) e acho que a madeira é Marfim.

No meio esta parte desenhada é um "nó" de pinus cuidadosamente retirado de um pedaço de lambri (ou lambril), complementado com resina epoxi e corante.

E por último, na ponta foi usado um pedaço de ipê.

Abraços, e até a próxima.

domingo, 9 de julho de 2017

Caneta de Madeira com Resina

Para não deixar o Blog parado por muito tempo, resolvi postar mais uma caneta que fiz durante um fim de semana.

Está certo, que não é nenhuma caneta comparável a tantas outras que usam os kits apropriados para isto.  Assim como as ferramentas que tenho disponíveis também não são apropriadas.

O meu "torno" neste caso, é uma furadeira de bancada, que uso na posição horizontal (deitada).

Minha matéria prima, como sempre é as sobras de madeira.  E desta vez resolvi usar lascas de madeira; sendo que uma parte foi feito uma colagem mais ou menos ordenada, enquanto outra, simplesmente, fui colando as lascas de madeira e preenchi com resina epoxi; espero que gostem.

Vamos as imagens:










Abraço a todos...

domingo, 12 de fevereiro de 2017

Pingente de Madeira com Resina

Destes 4 pingentes; já postei como foram executados estes dois que estão a direita na foto.  Os 4 foram feitos de "Sobras de Madeiras" de pinus e resina epoxi.

O que difere na execução destes 2 que estão a esquerda na foto, é o fato de que em vez de usar o "nó de pinus" e resina, foi usado o processo inverso, ou seja; a ausência do nó, e preenchido a cavidade da falta dele com resina.  Sendo que neste que está na parte de baixo, usei umas sementes "insertadas".

A sequência de fotos abaixo será longa, é quase um passo à passo, desde a madeira bruta até a peça final.












Como já comentei antes; vejam a partir do molde que usei, o desperdício de resina pelo fato de usar um molde grande e inadequado.  Como não foi planejado de uma forma mais consciente, e sim mais na vontade de fazer.  É claro que tudo passa a ser um aprendizado, nem que seja de como não fazer da próxima vez. 



Outra coisa que aprendi, é que uma peça como esta cheia de cavidade, não deve ser preenchida por resina de uma só vez, pois a resina quando começa a curar, fica borbulhando, e esta bolhas quando secas vão provocar falhas, que irão aparecer no final.

Desta forma deveria ter sido preenchido por etapas; primeiro só a cavidade e só depois de curada a resina, o restante da peça então seria encapsulada.

Aqui está a peça terminada, onde mostra as falhas das quais falei.  Não será difícil de corrigir; basta aplicar uma fina camada de resina, e estará resolvido.




E por final, o outro pingente que contém as sementes.  Aqui não vou colocar todo o processo, pois foi igual o de cima, apenas com a diferença de ser a resina pura, sem corante.



Abraços a todos e até a próxima.